Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Votação 11/02/2019 | 18h19

Líder da situação diz que não há estratégia contra a admissibilidade do impeachment do prefeito de Caxias do Sul


Líder da situação diz que não há estratégia contra a admissibilidade do impeachment do prefeito de Caxias do Sul
Foto: Peter Campagna Kunrath/Divulgação

Nesta terça-feira (12), durante a segunda sessão da Câmara de Vereadores ocorrerá a leitura e votação do processo de admissibilidade do pedido de impeachment do prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (PRB). A pauta estava prevista para a sessão da última terça-feira (05). Porém, devido ao pedido do vereador Elói Frizzo (PSB) para adiamento a data foi remarcada. A justificativa se baseou na inclusão de mais um item na denúncia, protocolada pelo ex-vice prefeito Ricardo Fabris de Abreu (Avante).

Conforme o líder da bancada de situação, vereador Elisandro Fiuza (PRB) não há uma estratégia idealizada, pois o gestor púbico não agiu de forma incorreta durante a legislatura. Ele acredita que os vereadores decidirão pelo bem da população.

Também faz parte da bancada governista, o vereador Tibiriçá Mainéri (PRB). Devido à complexidade do processo que possui 577 páginas, esta é o único item da ordem do dia do poder Legislativo. Portanto a previsão entre leitura e votação do processo é que o encontro ultrapasse sete horas de duração.


Departamento de Jornalismo


OUÇA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.