Notícias



CAXIAS DO SUL

Investigação 14/11/2017 | 11h00

Polícia Civil investe em exame de balística para esclarecer homicídios envolvendo facções criminosas


Polícia Civil investe em exame de balística para esclarecer homicídios envolvendo facções criminosas
Divulgação / Polícia Civil
A ação da Brigada Militar (BM) na noite desta segunda-feira (13), que  resultou na prisão de um homem e uma mulher e na apreensão de armamento pesado em Caxias do Sul, pode ser determinante para o esclarecimento de homicídios registrados nos últimos tempos.  Foram recolhidas duas metralhadoras 9mm, dois revólveres cal. 38, 189 cartuchos cal. 9mm e mais seis cartuchos cal. 38.

De acordo com o delegado Rodrigo Kegler Duarte, titular da Delegacia de Homicídios, o exame de balística a ser realizado pelo IGP será decisivo para vincular as armas aos casos recentes de assassinatos envolvendo facções que disputam os pontos de tráfico de drogas na cidade.

Será importante, e inclusive iremos pedir ao IGP uma atenção especial, priorizando a balística por se tratar de casos de homicídios recentes e praticados com violência”, afirma o delegado.

O titular da DHD considera ainda que as apreensões das armas também devem inibir as ações dos grupos criminosos.

Não apenas por se tratar de armas de elevado poder destrutivo e de uso restrito, mas também pelo prejuízo causado. São armas caras no mercado negro, que terão que ser pagas ou substituídas”, destaca ele.

Na ação desta segunda foram presos Rodrigo da Rosa Fernandes, 39 anos, que seria o responsável pelo transporte de armas e de integrantes da facção Balas na Cara, e, Marisa de Oliveira Terres, 31, que guardava em casa parte do armamento apreendido. Os dois não possuíam antecedentes criminais e foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Departamento de Jornalismo










Em breve
Nenhum jogo no momento.
Preencha os dados abaixo




Caxias Juventude

Rádio Caxias

Envie seu recado, sua sugestão de pauta, informação do trânsito ou dica e torne-se notícia na Rádio Caxias.